Promoção e Prevenção da Saúde Mental dos Servidores

Histórico

A Divisão de Assistência ao Servidor (DIAS), hoje denominada de Secretaria de Qualidade de Vida no Trabalho (SEQV), desde a sua criação, em 1987, teve o objetivo de incluir ações que promovessem a saúde mental dos servidores.

Atualmente, o Serviço Psicossocial (Serviço Social e Serviço de Psicologia) realiza suas atividades no âmbito da promoção e prevenção de saúde mental. As ações são realizadas a partir de demandas identificadas no cotidiano dos atendimentos do Serviço Psicossocial, além de indicadores científicos consultados por meio de relatórios técnicos e pesquisas internas e externas à instituição.

 

Objetivo

Desenvolver ações que estejam relacionadas às questões de qualidade de vida e que visem contribuir na promoção e prevenção à saúde mental dos servidores públicos federais da UFMS, em uma perspectiva multidisciplinar. 

 

Como funciona?

O Serviço Psicossocial realiza suas atividades em diferentes níveis preventivos, conforme Borges, Guimarães e Silva (2013): 

  • Primário: quando se busca intervir antes que surja algum problema/adoecimento, correspondendo assim, a medidas educativas em saúde do trabalhador;
  • Secundário: intervenção ao trabalhador e/ou equipe que manifestam sinais ou sintomas iniciais de danos emocionais;
  • Terciário: corresponde às medidas adotadas após as consequências da incapacitação/adoecimento, objetivando assim, estratégias de intervenção que auxiliem na reabilitação e reinserção do trabalhador. 

Consideramos a Promoção de Saúde como um processo de capacitação contínua que permita às pessoas aumentar o controle e incrementar a sua própria saúde, com ações tanto grupais quanto individuais, por meio de programas, serviços e práticas. Ela é um processo de construção individual, organizacional e social, de diálogo coletivo, de decisões e ações nos ambientes de trabalho (Ottawa, 1986).

As ações que visam oferecer apoio psicossocial aos servidores em processo de adoecimento possuem o objetivo de diminuir as consequências do adoecimento para o indivíduo, seus familiares, organização e sociedade, além de auxiliar na reabilitação e reinserção do trabalhador. Estas ações ocorrem em sua maioria por atendimentos individuais e sistemáticos, sendo executadas pelo Serviço de  Psicologia e Serviço Social em demandas específicas por cada serviço de atuação, como também realizado quando necessário, trabalho multidisciplinar. 

Já as ações que visam contribuir na promoção à saúde e qualidade de vida, dentro da proposta de medidas educativas em saúde do trabalhador, ocorrem em sua maioria por ações grupais pelo Serviço Psicossocial, tais como campanhas de sensibilização sobre diversos temas no âmbito da saúde mental a exemplo das atividades desenvolvidas no mês de setembro em referência a prevenção ao suicídio, preparação para a aposentadoria e estímulo a assertividade nas inter-relações no ambiente de trabalho, entre outras atividades pontuais.

Para a realização destas ações, procura-se manter parceria com outras unidades da UFMS.

 

Quem pode procurar e como ter acesso?

Para atendimentos individuais acessar os devidos serviços: Serviço Social e Serviço de Psicologia

As ações grupais serão divulgadas na página da progep.ufms.br. 

 

Referências

Borges, L. de O., Guimarães, L. A. M., & Silva, S. S. (2013). Diagnóstico e promoção da saúde psíquica no trabalho. In: Borges, L. O., & Mourão, L. O trabalho e as organizações: atuações a partir da psicologia. Curitiba: Artmed, pp. 581-618.

Carta de Ottawa. (1986). Conferência Internacional sobre Promoção da Saúde. Ottawa, 1986. Acesso: https://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/carta_ottawa.pdf

Glina, D. M. R., & Rocha, L. E. (Orgs.) (2014). Saúde Mental no Trabalho: da teoria à prática. São Paulo: Roca.

 

Materiais produzidos:

Cartilha Saúde Mental em alusão ao Dia do Trabalhador