Serviço de Psicologia

 

O Serviço de Psicologia atua no planejamento e realização de ações e atividades de prevenção e acolhimento de demandas organizacionais que dizem respeito aos servidores, visando bem-estar dos trabalhadores e promoção de um ambiente institucional saudável. 

Os atendimentos oferecidos pelo Serviço de Psicologia da Saúde Ocupacional da SEQV/DIAS/PROGEP ocorrem por meio da modalidade de assistência/intervenção psicológica aos servidores da UFMS “Acolhimento Psicológico”. 

 

Acolhimento Psicológico

A prática do acolhimento psicológico possui diretrizes norteadas pelo Ministério da Saúde (2010, p. 06), conforme a cartilha Acolhimento nas Práticas de Produção de Saúde, que definem “O acolhimento como ato ou efeito de acolher expressa, em suas várias definições, uma ação de aproximação, um “estar com” e um “estar perto de”, ou seja, uma atitude de inclusão”.

O Acolhimento Psicológico da SEQV visa atender às demandas pessoais e/ou do trabalho dos servidores da UFMS no enfrentamento às dificuldades emocionais, na perspectiva de contribuir para a melhoria da qualidade de vida do servidor no ambiente de trabalho. 

O acolhimento psicológico oferece um espaço de escuta qualificada breve e pontual, buscando auxiliar o servidor a compreender seu sofrimento e ajudando-o a lidar com seus recursos e limites. Neste sentido, possui o objetivo de apoiar o servidor em seus primeiros sinais ou sintomas de danos emocionais, visando conter a progressão de adoecimentos. 

 

Quem pode procurar?

Servidores da UFMS ativos e aposentados, a partir de demandas espontâneas dos próprios servidores e encaminhamentos de gestores, colegas de trabalho, serviço social da SEQV e Perícia e Junta Médica Oficial da SEQV, a partir de três finalidades: 

  • Demandas pessoais (sofrimento emocional decorrente de questões individuais e/ou familiares, incluindo espaço para escuta aos sofrimentos e questões emergentes devido situação de crise gerada pela pandemia do COVID-19); 
  • Demandas organizacionais (problemas interpessoais no ambiente de trabalho do servidor com colegas/pares e/ou chefia; assédio moral, doenças laborais, acidentes de trabalho, acessibilidade e servidor em fase de se aposentar);
  • Demandas por licença médica (acompanhamento a servidores que estão afastados com licença médica por longo período, pelo motivo de adoecimento por saúde mental, visando contribuir com as consequências da incapacitação/adoecimento, além de auxiliar na reabilitação e reinserção dos trabalhadores).

 

Como funciona?

O acolhimento psicológico é um atendimento breve e pontual e realizado por meio de contato telefônico, ferramentas digitais ou pessoalmente. A depender da avaliação do caso, poderá haver encaminhamentos para profissionais da saúde, interno ou externo, à instituição.

 

Como ter acesso?

Durante a pandemia, como estratégia institucional de prevenção à contenção de propagação do novo Coronavírus (COVID-19), os atendimentos estão sendo realizados na modalidade teletrabalho, por meio das tecnologias digitais WhatsApp Business e Google Meet. 

Para ter acesso, basta agendar horário previamente no Serviço de Psicologia da SEQV. 

 

Márcia Minari – 3345-7229 (WhatsApp Business)

Laura Sant Anna – 3345-7079 (WhatsApp Business)

psicologia.progep@ufms.br 

 

Informações Complementares

Os profissionais do Serviço de Psicologia tem o seu exercício profissional norteado pelo Código de Ética Profissional do Psicólogo, que estabelece dentre outros princípios:

 

Art. 9º – “É dever do psicólogo respeitar o sigilo profissional a fim de proteger, por meio da confidencialidade, a intimidade das pessoas, grupos ou organizações, a que tenha acesso no exercício profissional”.

 

REFERÊNCIAS

BRASIL. Ministério da Saúde. Acolhimento nas práticas de produção de saúde. 2. ed. Brasília, 2010. Disponível em: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/acolhimento_praticas_producao_saude.pdf

Código de Ética Profissional do Psicólogo (2005). Acesso: codigo-de-etica-psicologia.pdf (cfp.org.br)